Leitora Compulsiva

(O blog mudou de endereço – acesse www.leitoracompulsiva.com.br)

Eve Berlin – Tentação 09/05/2013

Filed under: Literatura Estrangeira,Romance Erótico — Camila - Leitora Compulsiva @ 14:03
Tags:

*** O ENDEREÇO DO BLOG MUDOU! ACESSE WWW.LEITORACOMPULSIVA.COM.BR E TENHA ACESSO AO CONTEÚDO COMPLETO DO BLOG!!

 

Título: Tentação

Série: Luxúria

Autor(a): Eve Berlin

Editora: Quinta Essência

Ano: 2013

Páginas: 304

Tradução: Leandro Woyakosky

Sinopse no Skoob

***

“Tentação” é o terceiro livro da série erótica Luxúria, publicada aqui no Brasil pela Quinta Essência, um selo da Editora Leya. Esse livro, assim como os seus antecessores, contém cenas de sexo explícito, com um belo toque de sadomasoquismo, então, definitivamente, não é indicado para menores de 18 anos. Na verdade não diria nem que é indicado para pessoas com menos de 30 anos e ao longo da minha resenha vocês entenderão o porquê. Rs…

O primeiro livro, ‘Luxúria‘, trouxe a história de Dylan e Alec. Dylan Ivory é uma escritora de romances eróticos e está pesquisando sobre práticas de dominação e submissão para escrever seu próximo livro. Apesar de ser uma mulher independente e completamente sem preconceitos quando o assunto é sexo, Dylan acha muito difícil se imaginar numa relação como essa. E então, por meio de uma indicação, ela chega até Alec Walker, famoso entre aqueles que se dedicam às práticas sadomasoquistas. Os dois começam a se relacionar, dentro dos termos dele, e o que era para ser uma simples pesquisa acaba se tornando muito mais para os dois.

Em ‘No Limiar do Desejo’, o segundo livro da série, temos a história de Dante, o melhor amigo de Alec Walker, e de Kara. Os dois se conhecem desde a juventude, mas se reencontram numa festa e a atração entre eles é imediata. Assim como Alec, Dante também é um dominador e Kara se entrega a ele para curtir tudo o que sempre esperou de um relacionamento.

E agora, em Tentação, novamente temos dois novos protagonistas, mas dessa vez Dylan, Alec, Dante e Kara estão mais presentes na história. Um certo acontecimento da vida de Dylan e Alec (não vou dar spoiler não!! rs…) traz a melhor amiga de Dylan – Mischa Kennon – à cidade de Seatle. Para quem ainda não leu o primeiro livro, Mischa é tatuadora e mora em São Franciso, mas as duas conseguem manter uma grande amizade.

Chegando à cidade para ajudar Dylan, Mischa conhece Connor Galloway, um outro amigo de Alec, mas que também é dominador. A atração entre eles é imediata e os dois logo imaginam ser uma relação muito segura: nada de sentimentos, somente sexo. Mischa tem uma mente super aberta e conhece o mundo do sadomasoquismo, mas o que Connor propõe a ela é novidade e a moça não consegue resistir. Aos poucos as coisas entre eles vão ficando mais intensas e profundas, até que ambos percebem que aquela segurança que procuravam não existe mais e os sentimentos estão se tornando avassaladores!

Esse terceiro livro é mais pesado que os dois primeiros, mas continuo achando a série muito boa! A verdade é que o livro é muito mais do que meras cenas picantes. Há todo um drama por trás da história. O tempo todo Mischa se questiona como pode se tornar uma submissa, se entregar nas mãos de Connor e sentir um prazer que nem imaginava que existia, sem que isso a torne uma pessoa fraca em seu dia-a-dia.

E é por isso que eu digo que essa série é indicada não só para maiores de idade, mas na verdade para mulheres que já passaram pelo menos dos 25, para que possam aproveitar e refletir sobre esses questionamentos da personagem. Muita gente acha que a mulher que se sujeita a determinadas coisas na cama não é digna, se humilha e outras coisas ruins assim, mas isso não é verdade. Ao ler essa série percebi que é possível ser uma mulher forte, decidida, digna… e ainda sim se entregar e porque não se tornar uma submissa?! E não digo isso só em relação ao aspecto sexual. Conforme vamos ficando mais velhas, é muito comum pensarmos em casamento, família… E tudo isso acaba se contrapondo aos nossos ideias profissionais. Como ser uma profissional bem sucedida e ao mesmo tempo ser feliz como uma dona de casa? As pessoas tem um enorme preconceito contra mulheres que se realizam com os cuidados do lar e do marido, com a maternidade… Como se isso transformasse as mulheres em submissas, em inferiores… O que é uma bobagem!

Bom, espero que gostem da leitura e que possam enxergar nas entrelinhas da história!!

 

Eve Berlin – No Limiar do Desejo 11/02/2013

Filed under: Literatura Estrangeira,Romance Erótico — Camila - Leitora Compulsiva @ 13:45
Tags: ,

*** O ENDEREÇO DO BLOG MUDOU! ACESSE WWW.LEITORACOMPULSIVA.COM.BR E TENHA ACESSO AO CONTEÚDO COMPLETO DO BLOG!!

‘No Limiar do Desejo’ chega às livrarias nesse mês anunciado como a continuação do livro Luxúria, mas isso não é bem verdade. Em Luxúria tivemos a história de Alec e Dylan, enquanto nesse segundo livro temos a história de Dante, ao qual já fomos apresentados no primeiro livro por ser amigo de Alec, e de Kara.

Dante e Kara se conheceram na adolescência e depois perderam contato. No decorrer da vida, Dante se tornou um advogado por profissão e um dominador sexual por prazer. Kara está na fossa por ter sido abandonada pelo namorado após ter revelado certos desejos e ter deixado o moço um pouco chocado. Curiosamente Kara  também é advogada. Um belo dia Kara e Dante se reencontram e bastam alguns minutos para que a tensão sexual surja entre eles. Sem pensar em nada, os dois se entregam a um final de semana de sexo ardente e enlouquecedor. Dante é capaz de realizar os desejos mais secretos de Kara sem que ela precise revelá-los. Dante encontra em Kara uma submissa perfeita, que mexe com ele como nenhuma outra mulher já mexeu.

Nenhum dos dois está procurando um relacionamento sério e tudo parece mais que perfeito. Até que a segunda-feira chega e os dois descobrem que irão trabalhar juntos. Dante é o novo sócio do escritório onde Kara trabalha e isso faz com que eles comecem a questionar se esse relacionamento é saudável para eles.

Apesar da relutância de ambos, sentimentos cada vez mais fortes começam a surgir e não podem ser ignorados.

Assim como em Luxúria, a autora conseguiu construir nesse segundo livro uma narrativa excepcionalmente erótica e envolvente, sem ser vulgar em momento algum. Cheguei inclusive a ficar surpresa com a “leveza” das cenas. Apesar do toque BDSM, o relacionamento entre Dante e Kara acaba se limitando a uns bons tapas e um pouco de exibicionismo, deixando de lado os chicotes, plugues e outros acessórios que viraram moda nos livros eróticos mais recentes. Não encontrei nada de chocante nesse livro, o que me agradou bastante! (Confesso que sou careta!! rs…)

Infelizmente, senti falta de um pouco mais de enredo no livro. Confesso que tenho pouca experiência com romances eróticos e não sei se isso é comum ao gênero, mas para mim faltou um pouco mais de cenas “externas”. O livro se concentra nos encontros de Dante e Kara e nas cenas de sexo entre eles, deixando de lado outros aspectos da vida dos personagens, como trabalho e encontro com amigos, por exemplo. Uma das melhores partes do livro é o encontro de Dante e Kara com Alec e Dylan e acredito que esse encontro poderia ter sido muito mais explorado.

Apesar disso, No Limiar do Desejo é um livro muito interessante e que recomendo para quem curte romances eróticos “mais modernos”.

Como eu já tinha comentado na resenha de Luxúria, o primeiro livro da série foi lançado pelo selo Lua de Papel, da Editora Leya. No entanto, esse segundo volume saiu pelo novo selo da Leya, o Quinta Essência. Apesar da alteração de selo, não houve qualquer mudança em relação ao tamanho do livro e outros aspectos físicos da edição que interessam aos colecionadores que gostam de suas séries bem organizadas! rs…

Por fim, só mais uma curiosidade: Eve Berlin é apenas um dos pseudônimos utilizados pela autora. Inicialmente a autora utilizada o pseudônimo Eden Bradley, mas quando mudou de editora teve a necessidade de mudar de pseudônimo também. Por isso, não estranhem se encontrarem a trilogia em inglês (Pleasure’s Edge, Desire’s Edge e Temptation’s Edge) tanto em nome de Eden quanto em nome de Eve! rs…

Para quem ainda não viu o booktrailer de “Luxúria”:

Vejam ainda o booktrailer internacional de “No Limiar do Desejo”:

 

Eve Berlin – Luxúria 16/01/2013

Filed under: Literatura Estrangeira,Romance Erótico — Camila - Leitora Compulsiva @ 0:18
Tags:


*** O ENDEREÇO DO BLOG MUDOU! ACESSE WWW.LEITORACOMPULSIVA.COM.BR E TENHA ACESSO AO CONTEÚDO COMPLETO DO BLOG!!

Desde que comecei a ler romances eróticos e fazer resenha deles aqui no blog, muita gente tem me pedido indicações de outros livros do gênero. Confesso que não sou uma especialista e nem li muitos livros do gênero para me considerar apta a indicar os melhors, mas tenho achado encontrado alguns livros interessantes.

Para eu gostar de um romance erótico, ele tem que ter muito mais que cenas de sexo picantes. Para mim a história tem que ser boa, acima de tudo. Tenho que gostar dos personagens e da trama. As cenas eróticas devem estar dentro de um contexto dramático, não devem ser exageradas e não gosto quando há vulgaridade.

Enfim… sou chata e exigente! Rs! Mas tenho dado sorte. Os livros mais recentes que li até agora tem sido do meu agrado. Acho que, tirando a série da Meredith Gentry (que tem coisas vulgares demais para mim), acertei com todos os romances eróticos que li até agora.

Com Luxúria não foi diferente. Este foi o último e o centésimo livro que li em 2012 e achei muito bom. Não é uma obra prima, não é um livro que considero dos mais bem escritos, mas é envolvente e os personagens me conquistaram. Devorei o livro em umas cinco horas, intercalando a leitura e o preparo da ceia de ano novo! hehehe

A trama é simples: Dylan Ivory é uma escritora de romances eróticos e está pesquisando sobre práticas de dominação e submissão para escrever seu próximo livro. Apesar de ser uma mulher independente e completamente sem preconceitos quando o assunto é sexo, Dylan acha muito difícil se imaginar numa relação como essa. E então, por meio de uma indicação, ela chega até Alec Walker, famoso entre aqueles que se dedicam às práticas sadomasoquistas.

Alec é charmoso e lindo. Tem aquele jeito de homem perigoso, anda de moto e faz todas as mulheres delirarem! O mais importante é que ele é um dominador. Após uma estranha conversa, Alec convence Dylan que a melhor forma de aprender sobre a submissão é entrar nesse tipo de relação e vivenciar todos os seus aspectos. Não é fácil para Dylan aceitar ser uma submissão. Para ela as mulheres submissas são fracas, coisa que ela não é. Desde criança Dylan aprendeu a ser independente e cuidar de si própria e do irmão mais novo. Dylan sempre se imaginou como uma dominadora.

Com relutância, Dylan aceita a proposta de Alec, mas para isso Dylan terá que baixar a guarda e se entregar confiar plenamente em Alec. No início esse é só mais um jogo. Dylan é só mais uma submissa e Alec é só mais um cara com quem Dylan vai para a cama. Será?! Aos poucos a relação entre eles acaba ultrapassando as barreiras de ambos. Sentimentos estranhos e conflitantes surgem e as coisas se tornam mais de que simples aprendizado.

Como eu já disse, gostei bastante do livro e agora estou animada para ler o segundo livro da série – No Limiar do Desejo – que será lançado ainda nesse mês, segundo as informações da editora. O primeiro livro foi lançado pelo selo Lua de Papel, mas o segundo será lançado pelo novo selo da Leya, o Quinta Essência.

Para finalizar, gostaria de indicar uma entrevista feita pela Natália, do blog Menina da Bahia, com a autora Eve Berlin.

 

Sylvia Day – Profundamente Sua 03/12/2012

Filed under: Drama,Literatura Estrangeira,Romance Erótico — Camila - Leitora Compulsiva @ 0:02
Tags:

https://i2.wp.com/skoob.s3.amazonaws.com/livros/269856/PROFUNDAMENTE_SUA_1350908984P.jpg
*** O ENDEREÇO DO BLOG MUDOU! ACESSE WWW.LEITORACOMPULSIVA.COM.BR E TENHA ACESSO AO CONTEÚDO COMPLETO DO BLOG!!

Profundamente Sua é o segundo livro da série Crossfire, que teve início com o livro Toda Sua, e é a posta da Paralela (do grupo Companhia das Letras) para competir no mercado de literatura erótica para todo tipo de público. Como assim ‘todo tipo de público’?

Bom, sabemos que a literatura erótica já tem um público cativo há muito tempo e existe uma quantidade inacreditável de livros nesse segmento. Mas esse tipo de livro nunca teve muito espaço nas livrarias e sempre foi visto com um certo preconceito. Até que surgiu a série Cinquenta Tons e mudou tudo. Em poucos meses houve uma revolução literária e é praticamente impossível entrar em uma livraria e não encontrar um livro de romance erótico na prateleira de mais vendidos.

E agora encontramos pessoas de todo o tipo interessadas nesse tipo de livro. A literatura erótica deixou o submundo e passou a ser vista com outros olhos. Até livros que tinham sido lançados há algum tempo começaram a ganhar um espaço maior.

Os romances eróticos mais recentes deixaram de lado aquele lance da dama ou do cavalheiro de 1800 e bolinha, ou ainda o lance dos seres sobrenaturais, e passaram a abordar a vida real e moderna como cenário principal. Assim como fez E.L. James (50 tons), Sylvia Day nos traz uma história que envolve um homem muito rico, um empresário de grande poder, e que tem uma compulsão por controle e sexo.

Originalmente, essa história estava prevista como uma trilogia  e inclusive essa informação está estampada na capa do livro. Mas antes de escrever esse post, resolvi fazer uma pesquisa no site da autora Sylvia Day e descobri que nem ela sabe mais quantos livros serão escritos. Segundo ela, o terceiro livro – “Entwined with You” – ainda está sendo escrito e agora ela não tem mais certeza se será o último ou não. Ela ainda quer que a história termine no terceiro livro, mas diz que Gideon e Eva tem muito a viver e ela não quer apressar as coisas. Se for necessário, haverá um quarto livro.

Hum… não sabe quem são Gideon e Eva? Ainda não leu o primeiro livro da série? Então deixa eu colar aqui em trecho do post que escrevi sobre o primeiro livro e que traz um resumo da história:

“Toda Sua conta a história de Eva Tramell, uma mulher de 24 anos que acaba de conseguir um emprego em Nova York. Um dia antes de começar no novo emprego, Eva resolve conhecer seu local de trabalho e acaba trombando com o jovem bilionário Gideon Cross. Ele é lindo, bem sucedido, poderoso, sexy e causa um efeito arrebatador em Eva. Gideon não é o tipo de cara que se apaixona ou que namora. Para ele existem mulheres para levar para a cama e mulheres para manter uma amizade. Mas Eva desperta nele algo novo. O relacionamento deles começa com um sexo incrível, mas aos poucos eles vão se apaixonando. O único problema é que ambas carregam passados sombrios e traumatizantes.”

Basicamente o livro traz uma história de amor e obsessão. Eva e Gideon fazem mal um para o outro, mas não conseguem ficar longe. Desde o começo do primeiro livro ficamos sabendo qual é o trauma do passado de Eva, mas Gideon é um cara misterioso e que não consegue abrir. Esse segredo que ele guarda consome Eva e isso gera vários momentos de discussão entre eles.

Quem leu a minha resenha sobre o primeiro livro sabe que eu acabei de decepcionando um pouco. Fiquei cansada das brigas deles que sempre terminavam com sexo selvagem. O livro basicamente se resumia a isso e achei que faltou um pouco mais de enredo.

Com esse segundo livro, minha impressão melhorou bastante, mas ainda não achei um livro ótimo não. Existe bem mais enredo nesse segundo volume e acontece mais coisa interessante. O final deixa um belo gancho para o próximo livro, mas ainda acho que teve muita enrolação. Na verdade, fiquei até bastante chocada com o final do livro e estou muito curiosa para saber o que vai rolar no próximo livro.

Não me entendam mal, o livro é muito bem escrito e mesmo as cenas hot são tão bem tratadas que passam longe da vulgaridade. Não sei vocês, mas acho que existe uma grande diferença entre o erótico e o vulgar e acredito que Sylvia Day soube retratar o relacionamento dos protagonistas de forma bem erótica. O bacana é que, apesar de tudo o que os personagens fazem na cama, é nítido que eles se amam, nos fazendo lembrar que entre quatro paredes (ou dentro do carro, ou no elevador…) o que importa é o sentimento e ninguém tem nada a ver com o restante. Rs!!!

Bom, enfim, essa história não é nem de longe uma das minhas prediletas, mas estou bem curiosa para saber o final de tudo.

 

E L James – Cinquenta Tons de Liberdade 19/11/2012

Filed under: Drama,Literatura Estrangeira,Romance Erótico,Romances — Camila - Leitora Compulsiva @ 10:55
Tags:


*** O ENDEREÇO DO BLOG MUDOU! ACESSE WWW.LEITORACOMPULSIVA.COM.BR E TENHA ACESSO AO CONTEÚDO COMPLETO DO BLOG!!

E finalmente a trilogia chega ao final… Já não aguentava mais de ansiedade para saber como essa história iria terminar!! Eu estava de férias na semana do lançamento do livro, mas já tinha comprado meu livro digital na pré-venda da Gato Sabido. Então assim que acordei no dia 08/11, corri para o Ipad para baixar o livro e começar a ler!! hehehe

O que eu achei?! Bem, contrariando a grande maioria, eu achei incrível!!! hehehehehe Esse terceiro livro trouxe o final perfeito para essa história que se tornou uma das minhas favoritas. A verdade é que sempre fui uma verdadeira apaixonada pelo conceito “A Bela e a Fera”, ou seja, a idéia de uma garota bonita, ingênua e de bom coração e de um cara lindo, rico, poderoso e aparentemente perigoso, que se transforma por amor! Esse tipo de história sempre me ganha!! hehehehe

Se alguém ainda não conhece a história, então vou fazer um resumo rápido e sem spoilers: Anastasia Steele é uma jovem estudante de literatura que conhece mega empresário Christian Grey. A atração deles é imediata, mas o que Ana não imagina é que o poderoso Sr. Grey tem preferências sexuais um tanto estranhas, que refletem bem a sua personalidade controladora. Ana é inocente e de bom coração. Grey é o bonitão perigoso e traumatizado que precisa ser salvo! O relacionamento dos dois é intenso e capaz de mudar a vida deles, principalmente a de Christian, que fará de tudo para não perder a única pessoa por quem realmente já se apaixonou!

Nesse terceiro livro encontramos um casal apaixonado e com tudo para dar certo, mas o relacionamento entre os dois não é nada fácil! Para Christian é muito difícil não ser controlador ou superprotetor e Ana, muitas e muitas vezes se sente sufocada com isso. É óbvio que ela o ama, mas também quer ter uma independência profissional. É difícil se acostumar a ter todo o dinheiro de Christian a sua disposição, ou ainda andar por aí acompanhada de seguranças a todo o momento. Tudo parece ser motivo para Christian surtar e brigar com ela.

Mas ele também está se esforçando! Christian apenas nunca teve um relacionamento normal. O passado traumático o persegue em seus sonhos e para ele é difícil acreditar no amor de Ana. Ele não se sente alguém digno de um amor como esse e ao mesmo tempo seu maior medo é que Ana deixe de amá-lo.

E para deixar toda essa história ainda mais viciante, temos um maluco ou uma maluca que está atrás de Christian e de Ana, colocando a segurança dos dois em risco e deixando Grey ainda mais controlador e obcecado pela segurança de Ana, o que a leva a se sentir ainda mais sufocada. A tentativa de Grey de mantê-la em segurança só a deixa mais irritada, porque ele simplesmente não consegue contar a ela o que está acontecendo de verdade!

Esse último livro, assim como os dois primeiros, é cheio de reviravoltas! Em alguns momentos senti raiva do Grey, em alguns senti raiva da Ana… Mas a verdade é que o tempo todo torci para que eles conseguissem superar todos os problemas e finalmente pudessem ficar juntos e numa boa!!

Enfim… Eu amei essa trilogia! Sei que muita gente teve problema com essa série, mas literatura é assim mesmo. Gostar ou não de um livro depende de muitas outras coisas além da qualidade de escrita de uma história… Hehehe

 

Laura Reese – Falsa Submissão 03/11/2012

Filed under: Literatura Estrangeira,Policial,Romance Erótico — Camila - Leitora Compulsiva @ 0:05
Tags:

*** O ENDEREÇO DO BLOG MUDOU! ACESSE WWW.LEITORACOMPULSIVA.COM.BR E TENHA ACESSO AO CONTEÚDO COMPLETO DO BLOG!!

Cada dia que passa me convenço mais de que a nova moda literária são os romances eróticos. Basta entrar numa livraria e logo a gente se depara com pelo menos três títulos do gênero nas prateleiras em destaque. Cada editora faz a sua aposta e alguma resolveram relançar livros do gênero, para tirar uma casquinha dessa nova moda… E acho que estão mais que certos, já que no final somos nós que saímos ganhando, já que temos a oportunidade de conhecer títulos que passaram despercebidos.

Uma das editoras que resolveu relançar títulos de seu catálogo foi a minha querida Record, que trouxe de volta o livro Falsa Submissão, romance de estréia da autora Laura Reese, cuja primeira edição data de 1996. A nova edição ganhou uma capa mais bonita e tem tudo para garantir um lugar entre os mais vendidos do gênero!

Mas antes de falar sobre a história em si, já vou avisar que esse livro não é para qualquer um. Se vocês leram Cinquenta Tons e Toda Sua e esperam encontrar mais um lindo romance, onde o galã “problemático” está disposto a mudar de vida depois de encontrar o grande amor, podem esquecer.

Já sei, vocês já são grandinhos e estão pensando que eu sou uma chata, velha e cricri… Tá, eu até sou tudo isso… Ok! Mas eu sei que muitos de vocês, assim como eu, ainda não estão acostumados a encarar certos tipos de realidades nuas e cruas. E não estou me referindo a cenas de sexo explícito, porque isso a gente encontra até nas novelas hoje em dia… O que eu digo é que esse livro traz mais do que uma narrativa erótica. Traz uma trama densa, na qual o sexo é apenas uma ferramenta de obsessão, dominação e porque não dizer humilhação e controle. A mesmo tempo em que a narrativa é pesada, foi impossível para de ler o livro. As palavras que mais me vieram à cabeça enquanto lia esse livro foram ‘doentio’ e ‘viciante’.

Agora vamos à história… A irmã de Nora foi assassinada e ela tem certeza de que o assassino é o misterioso professor de música que ela chama apenas de M. Nora encontrou um diário no qual sua irmã registrou boa parte de seu envolvimento com M e Nora, após ler os registro da irmã, passa a desejar que M pague por tudo o que ela acredita que ele fez. A polícia não encontrou nenhuma prova que pudesse ligá-lo ao crime, mas Nora resolve investigar sozinha.

Nora se afasta de seu trabalho, de seus amigos e esconde suas intenções até mesmo de seu carinhoso namorado Ian.

O desespero pela verdade é tanto que Nora resolve se aproximar de M, sem se identificar, e se submeter às suas vontades, enquanto tenta obter provas de sua ligação com o crime. Mas M a reconhece e, jurando não ter qualquer envolvimento com a morte da irmã de Nora, resolve estabelecer uma espécie de jogo que fará Nora entender quem era sua irmã de verdade e tudo o que ela passou. Numa busca obsessiva por mais informações, Nora se envolve em um relacionamento de certa forma doentio com M, adepto de práticas sadomasoquistas e de dominação total, tanto física quanto psicológica. Nora acaba descobrindo mais do que imaginou sobre sua irmã, sobre si mesma e sobre o crime.

Como eu disse, o livro é viciante. Além de todo o apelo erótico, esse livro ainda tem um viés policial, que nos deixa vidrados querendo descobrir quem é o verdadeiro assassino.

 

E L James – Cinquenta Tons Mais Escuros 16/09/2012

Filed under: Drama,Literatura Estrangeira,Romance Erótico — Camila - Leitora Compulsiva @ 19:35
Tags:


*** O ENDEREÇO DO BLOG MUDOU! ACESSE WWW.LEITORACOMPULSIVA.COM.BR E TENHA ACESSO AO CONTEÚDO COMPLETO DO BLOG!!

Nesse último dia 15 foi lançado aqui no Brasil a continuação de Cinquenta Tons de Cinza. Para a minha sorte, eu tinha comprado esse livro em e-book na pré-venda feita pela Gato Sabido e fui surpreendida com a liberação antecipada do livro. Estava tão ansiosa para ler essa continuação, que larguei o que estava lendo e passei esse na frente! rs…

Ao mesmo tempo em que estava na maior ansiedade, tomei cuidado para não criar uma expectativa muito grande, até porque uma amiga tinha me dito que tinha se decepcionado com o livro. Então achei melhor ir com menos sede ao pote. E valeu a pena… A leitura desse segundo livro foi tão boa quanto a do primeiro!!

Só para relembrar… Essa série conta a história de Anastasia Steel, uma jovem recém formada na faculdade, e Christian Grey, um executivo bilionário. Os dois se conhecem por acaso, mas acabam envolvidos em uma relação muito estranha. Christian é um cara complicado, com manias um pouco incomuns! Mesmo assim Ana aceita a proposta do Sr. Grey, mas as coisas acabam saindo do controle.

Em Cinquenta Tons Mais Escuros acompanhamos a segunda chance que Ana dá a Christian e ao relacionamento dos dois. O Sr. Grey está disposto a abrir mão de seus desejos mais sombrios para ser feliz com Ana. Apesar da mudança, Grey continua excepcionalmente ciumento e possessivo. O medo de que Ana o deixe novamente é uma tortura para ele. Outro problema é que Grey não sabe como é estar em um relacionamento normal.

Para complementar essa trama, surgem dois problemas: o chefe de Ana parece querer ultrapassar as barreiras do profissional e uma ex-submissa de Grey reaparece como uma ameaça. Temos ainda mais revelações sobre o passado de Grey e sobre a Mrs. Robinson.

Como eu disse no post sobre o primeiro livro, meus sentimentos sobre essa história são extremamente conflitantes. Ao mesmo tempo em que penso que nenhuma mulher deveria se sujeitar a certas coisas, torço para que Grey consiga enfrentar seus demônios, para que os dois possam viver uma grande história de amor!

Esse segundo livro foi tão bom quanto o primeiro e essa série tem tudo para ser tornar uma das minhas histórias prediletas. Mas é importante esclarecer que o fato de eu achar a história incrível não significa que concordo com tudo o que é narrado. Infelizmente parece que as pessoas tem lido livros de uma maneira muito superficial e não estão parando para refletir sobre a mensagem que o livro quer nos passar.

Depois de um comentário que a Mel fez aqui no blog, passei a reparar mais nos comentários que são feitos sobre essa série e me choquei ao ver garotas desejando um Sr. Grey para suas vidas! Gente, isso é preocupante!! Ok, o cara tem todo aquele jeito misterioso e sexy, mas ele tem sérios problemas!! Não saiam por aí achando que os homens são capazes de uma transformação tão grande pelas mulheres que amam porque as coisas, na realidade, não são bem assim!

É verdade! Eu torço pela redenção do Grey e para que ele e a Ana possam viver uma grande história de amor! Mas isso é ficção!! O mundo está cheio de homens violentos, controladores, que levam o ciúme a um grau doentio… E o resultado de um relacionamento como um cara desse é ruim, na certa!!!

Mas enfim… já fazia muito tempo que uma história não me envolvia dessa forma, não me fazia pensar, refletir e questionar tantas coisas!! Pelo menos o terceiro livro será lançado em breve e promete um grande final para essa trilogia!

 

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.254 outros seguidores